A (longa) Festa do Oscar 2012

Por Houldine Nascimento

Aconteceu o esperado na noite do último domingo (26). Já era previsível que houvesse uma divisão de prêmios entre “O Artista” e “Hugo”. No caso do filme mudo, que recebesse os principais prêmios (filme, ator para Jean Dujardin, direção para Michel Hazanavicius, trilha e figurino), e do longa de Scorsese, que ficasse com as estatuetas técnicas (direção de arte, fotografia, edição e mixagem de som, efeitos visuais). Vitória de dois filmes que reverenciam o começo do cinema. Sinal de que as produções atuais devem ser repensadas.

Ou seja, nada de surpreendente no ‘Oscar da nostalgia’, como ficou conhecido o Oscar 2012. Nem mesmo a vitória de Meryl Streep (a meu ver hors concours) sobre a então favorita Viola Davis. A décima sétima indicação de Meryl para o seu terceiro Oscar. Christopher Plummer (“Toda Forma de Amor”) se tornou o ator mais velho a receber uma estatueta (82). O Irã, país em constante tensão com os EUA, ganhou o primeiro prêmio com “A Separação”. E já era uma tragédia anunciada a derrota da canção de Carlinhos Brown e Sergio Mendes para a dos Muppets.

Na festa, os tropeços de sempre. Billy Crystal tem uma figura agradável, tentou, em alguns momentos fez brincadeiras simpáticas, mas sem muito espaço. As sketchs antes de anunciar os vencedores não deram certo, tudo tão forçado e sem graça. Cortaram as apresentações das músicas concorrentes, o que é um equívoco. E até agora não consegui assimilar muito bem aquelas mulheres andando pelo teatro e servindo pipoca, além da apresentação do Cirque du Soleil, que não empolgou.

Se serve de consolo, a cerimônia deste ano foi melhor que a anterior, comandada por Anne Hathaway e James Franco. De muito mau gosto, embora não seja proposital, claro, foi tocar “What a Wonderful World” durante o In Memorian. Reclama-se que esqueceram do cineasta grego Theo Angelopoulos, morto este ano.

A audiência subiu um pouco em relação a 2011: de 37,6 milhões de espectadores para 39,3 mi. No ano que vem, não deve mudar muito. Será que eles não são capazes de, com toda a verba que têm, fazer uma festa realmente interessante, que faça com que as três horas não se arrastem tanto?

Anúncios

2 respostas em “A (longa) Festa do Oscar 2012

  1. Não somente as vitórias de “O Artista” e “A Invenção de Hugo Cabret” significam que as produções atuais devem ser repensadas. A crise criativa generalizada vivida por Hollywood já são sinais profundos disso.

    E, sim, tivemos momentos surpreendentes no Oscar 2012. As vitórias de Meryl Streep, a de “Os Homens que Não Amavam as Mulheres” em Edição, “Hugo” em Efeitos Visuais. Muito menos a derrota de “Rio” em Melhor Canção Original pode ser considerada uma tragédia. Isso já era até mesmo esperado, tendo em vista o desprestígio do filme de Carlos Saldanha dentro da AMPAS.

    O lado bom do Oscar 2012 é que, no geral, tivemos uma cerimônia muito justa com vencedores realmente merecedores. Gostei muito também do ritmo ágil da premiação. Nem senti as 3h da premiação passando…

  2. Kamila,

    Você tem toda razão ao falar sobre a crise criativa que Hollywood vive. Não quis dizer que apenas as vitórias de Hugo e O Artista são suficientes para provar que o cinema feito por lá (o cinema atual de certa forma) deve ser repensado.

    Não me surpreendi tanto com a vitória de Meryl, pois estavam devendo esse segundo Oscar de melhor atriz há um bom tempo, embora confesse ter apostado em Viola. Também não apostava na vitória de Millennium em montagem, já que eles ganharam no ano anterior. Eu acreditava na vitória de Hugo na categoria citada.

    E quis dizer exatamente que já era aguardada a derrota da canção de “Rio”. E concordo com você quando diz que os prêmios distribuídos nessa edição foram, de modo geral, justos (embora uma coisa ou outra sempre a contestar).

    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s